O que é leilão extrajudicial? Definição e guia para participação!

O que é leilão extrajudicial? - Agora Notícias

O que é leilão extrajudicial? Qual a diferença entre um leilão judicial e um leilão que é extrajudicial? Como saber se meu imóvel, veículo ou qualquer outro produto pessoal foi levado para esse tipo de leilão? É feito pedido de apreensão de veículo ou imóvel quando o produto não é judicialmente acionado?

Anúncios


O que é leilão extrajudicial? - Agora Notícias
O que é leilão extrajudicial? – Agora Notícias

Quando o assunto são os leilões, muitas dúvidas podem surgir. Na realidade, é algo bem comum de se acontecer. Visto que estes eventos acontecem de tempos em tempos e nem sempre quem participa de um, vai participar de outro. Dessa forma, muitas pessoas apenas buscam realizar uma compra e nunca mais vão participar desses eventos.

Assim, como mencionado, dúvidas surgem de forma natural. Uma das principais é a relação e diferenças entre leilão judicial e extrajudicial, que na finalidade não influencia em nada. Mas, em termos jurídicos, são duas situações bem distintas. O comprador final não será afetado, mas o que “perdeu” o seu bem, sim.

Anúncios


No conteúdo de hoje, vamos explicar a você, nosso leitor, o que é leilão extrajudicial e de que maneira esse tipo de evento pode ser benéfico para quem está procurando comprar algo com um preço mais em conta. Então, caso queira saber mais sobre o assunto, acompanhe-nos até o final da matéria para maiores detalhes. Vamos lá, leia com a gente!

O que é leilão extrajudicial?

Afinal, o que é leilão extrajudicial? Em termos gerais, um leilão extrajudicial, como o próprio nome indica, é aquele em que não passa pelo judiciário, ou seja, não há a necessidade de abertura de processo em si. Dessa forma, são leilões geralmente realizados por financeiras de imóveis e veículos, que, como forma de serem ressarcidas pelo calote, leiloam o bem.

Porém, para que um leilão extrajudicial aconteça, é necessário que haja um contrato de financiamento vigente entre as partes, ou seja, contratante e contratada, especificando que o não pagamento de um número determinado de parcelas, ou um período específico de atraso, leva o bem para a penhora.

Sem essa cláusula específica, portanto, não há como ocorrer um leilão extrajudicial, pelo contrário, a contratada acaba tendo que entrar na justiça para conseguir um mandado de busca e apreensão do mesmo, seja este um veículo (carro, moto, caminhão, ônibus, etc.) ou imóvel (casa, apartamento, terrenos, etc.).

Quando um extrajudicial se torna judicial?

Mas, é importante lembrar de que dentro da Lei, praticamente todo tipo de processo é possível (é sério, tudo é possível, não significa que dará certo, mas o processo será aceito). Com isso, queremos dizer que até mesmo um leilão extrajudicial, amparado por cláusula expressa no contrato, pode se tornar judicial.

E por que? Bem, muitas pessoas apontam erros em cobranças em seus financiamentos. Isso ocorre porque não leem as letras miúdas de seus contratos de financiamento, e, dessa forma, acabam tendo que pagar parcelas um pouco mais altas em determinado momento, mas não sabiam disso em detalhes.

Assim, quando são notificadas para pagamento do que há em aberto, recusam-se, a financeira entra com o pedido de leilão extrajudicial, e o contratante do financiamento se recusa, entrando na justiça contra a contratada: nada mais errado, o que era um processo simples agora se torna ainda mais complicado.

É claro, muitas vezes o contratante está correto, mas na grande maioria das vezes é o fato da falta de leitura do contrato. Assim, a empresa financeira ganha o processo na justiça, a pessoa tem gastos com advogado, etc., e acaba ficando com o nome sujo, visto que perde um processo judicial e o leilão se torna, também, judicial.

Como participar de um leilão extrajudicial?

Bem, já sabemos o que é um leilão extrajudicial, mas e como participar? Para isso, é necessário encontrar informações sobre financeiras que realizam esse tipo de evento. Empresas como Santander, Bradesco e até mesmo a Caixa (o leilão de imóveis da Caixa é um dos mais conhecidos) são alguns exemplos.

Depois de encontrar informações sobre estes leilões, basta fazer seu cadastro online (a grande maioria é virtual), comparecer em data e hora na videoconferência, dar seus lances e arrematar o seu bem, seja este um móvel ou imóvel. Este foi nosso guia onde explicamos o que é leilão extrajudicial. Esperamos ter ajudado com suas dúvidas. Até a próxima!


Recommended For You

About the Author: Carol

Carregando Aguarde….

0